David Harold Blackwell (1919-2010)

Dando inicio a nossa série de matemáticos do século XX, hoje traremos um matemático que apesar de não ser conhecido foi muito importante para sua época, trata-se do mais famoso, talvez o maior matemático Afro-americano, David Blackwell (1919-2010)

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS RECENTES

David Harold Blackwell (1919-2010)

Blackwell é para os matemáticos, o mais famoso, talvez o maior matemático Afro-americano.

Blackwell sempre mostrou interesse pela matemática, sendo a geometria o que mais o fascinou. Contribuiu para muitas áreas, incluindo a teoria das probabilidades, a teoria dos jogos e teoria da informação. A álgebra e a trigonometria não eram áreas atractivas para ele.

David Harold Blackwell (1919-2010) (1919-2010)

Johnson nasceu em Centralia, Illinois, USA, a 24 de Abril de 1919, sendo o mais velho de quatro filhos de Grover Blackwell, um trabalhador ferroviário e de Mabel.

Vivendo numa época de acentuada segregação racial, teve a sorte de ter frequentado uma escola integrada.

Em 1935, com 16 anos, Blackwell iniciou a sua licenciatura em matemática na Universidade de Illinois, numa altura em que não havia professores negros. Após a sua graduação em 1938, continuou na Universidade, tendo obtido o Mestrado em Matemática em 1939 e finalmente o seu Doutoramento in math in 1941, at the age oem 1941, com 22 anos de idade, com uma tese sobre cadeias de Markov.

Blackwell foi nomeado para uma bolsa de um ano de pós-doutoramento no Instituto de Estudos Avançados (Institute for Advanced Studies),  em Princeton, onde tinha Albert Einstein e John von Neumann, como colegas. Esta nomeação gerou alguns problemas pelo facto de ele ser descendente de africanos. Até á época a Universidade nunca tivera um aluno negro e muito menos um professor e isto gerou oposição dentro da Universidade. Blackwel nunca soube destes conflitos. Este foi o início de uma longa carreira com mais de 50 anos.

Em 1944 ingressou no corpo docente da Universidade Howard.  Em 1947 tornou-se professor titular e chefe do Departamento de Matemática, um cargo que ocupou até 1954 e um estudioso muito produtivo matemático, publicando mais de vinte trabalhos durante a sua permanência.  Quando entrou para a Faculdade, em Berkeley, essas características tornaram-se ainda mais evidentes.  Em Berkeley e no mundo, ele foi reconhecido como um ilustre estudioso e talentoso professor.  Presidiu o Departamento de Estatística (1957-1961) e publicou mais 50 trabalhos (de um total de 80, antes da reforma).

Colaborou com Girshick e em 1954 publicaram juntos o livro Teoria dos jogos e decisão estatística (Theory of games and statistical decisions). O interesse de Blackwel por teoria dos jogos cresceu entre 1948 e 1950 enquanto colaborador da RAND Corporation. Um dos jogos que ele estudou foi o dos dois duelistas que se aproximam um do outro com uma pistola carregada. Se um deles atira, mesmo assim deve continuar a aproximar-se do outro. Qual é o momento ideal para o duelista atirar? Numa variação do "jogo" a arma é silenciosa e desta forma, os jogadores não sabem se o outro disparou, a menos que tenha sido atingido. A Guerra Fria contribuiu muito para promover o interesse por este tipo de jogo e Blackwell tornou-se um especialista de ponta.

Em 1954 foi convidado a participar no Congresso Internacional de Matemáticos  (International Congress of Mathematicians) de Amsterdão. No ano seguinte foi eleito Presidente do Instituto de Matemática Estatística (Institute of Mathematical Statistics).
Muitas homenagens se seguiram.  Ele foi eleito vice-presidente da Associação Americana de Estatística (American Statistical Association), Vice Presidente do Instituto Internacional de Estatística (International Statistical Institute), e vice-presidente da Sociedade Americana de Matemática (American Mathematical Society).  Em 1965 foi eleito para a Academia Nacional das Ciências (National Academy of Sciences).  Recebeu o prémio John von Neumann da Sociedade América de Investigação Operacional (The John von Neumann Theory Prize from the Operations Research Society of América) em 1979 pelo trabalho em programação dinâmica e o prémio RA Fisher do Comité de Presidentes da Sociedades de Estatística (Committee of Presidents of Statistical Societies) em 1986.

O trabalho que lhe deu lhe deu maior satisfação foi "Jogos infinitos"  (Infinite games) e "Conjuntos Analíticos" (Analytic sets) que publicou nos Proceedings da NAS (National Academy of Sciences) em 1967. Ele provou o teorema da redução de Kuratowski ligando as áreas de teoria dos jogos e topologia: ... deu-me uma grande alegria ligar estes dois campos que não tinham sido ligados anteriormente.

Casou com Ann Madison em 1944. Tiveram oito filhos.

David Blackwell permaneceu na Universidade da Califórnia até se ter aposentado em 1989.

Morreu com 91 anos, no dia 8 de Julho de 2010.


 
 
FONTE:https://www.uc.pt/fctuc/dmat/departamento/bibliomat/servicos/copy_of_matematicos/Blackwell-DH

 


Somente usuários cadastrados podem enviar comentários. Cadastre-se ou faça login